André Monteiro
Consultor de Moda e Imagem
Fashion and Image Consultant

55 11 7678 7380 monteiroal@hotmail.com

 
     
 
  Biografia biography
Favoritos favorites
 Closet on line
 Style
 The Sartorialist
 Uol Moda
 Quando estou afim por Michelle Harue
 Espaço Cool


 
   
     
  Dzi Croquettes, com ambiguidade e androginia romperam os padrões sociais e sexuais de uma época de ditadura militar

 

 

Em plena ditadura militar e na época do AI5, ato institucional que cerceava as liberdades individuais e artísticas da época surge um grupo que sacudia os clichés sexuais e de comportamento de uma era, com espetáculos andróginos num caldeirão de referências das mais diversas: musicais da Broadway aliado à muita brasilidade e às grandes divas da música como Billie Holiday e Elis Regina ; um babel linguístico e corporal. Eram os Dzi Croquettes, grupo composto por talentos ímpares como Lenny Dale, Paulette, Cláudio Tovar, Ciro Barcelos, Bayard Tonelli, entre outros. A fama do grupo se espalhou por grandes centros urbanos como São Paulo, Rio de Janeiro, Paris, Londres e Nova York. Graças à madrinha do grupo que os lançou para o patamar de atração artística internacional, Liza Minelli, atraiu a atenção de grandes nomes da cena artística da época como Mick Jagger, Josephine Baker, Jeanne Moreau, Catherine Deneuve, entre outros. Com depoimentos de estrelas nacionais do porte de Marília Pêra, Ney Matogrosso, Gilberto Gil, Cláudia Raia, Betty Faria, Elke Maravilha, Nelson Motta além da própria Liza Minelli, que no documentário relembram o impacto que a trupe causou em suas vidas. Além disso, alguns integrantes, que sobreviveram ao preconceito e a AIDS: Tovar, Barcelos, Tonelli. Rogério de Poly e Benedicto Lacerda falam em emocionados relatos sobre a trajetória de um 'cometa' que através da ruptura ideológica, transformou a sociedade brasileira. Segundo a máxima de um dos seus integrantes de nome Wagner: ‘Só o amor constrói’

A partir de 16 de julhos nos cinemas Não percam a chance de resgatar a memória de um dos mais revolucionários atos da cena musical e artística brasileira de todos os tempos: os “Dzi Croquettes”! Nem homem nem mulher, gente!

 




Escrito por - written by André Monteiro às 19h03
[] [envie esta matéria send this article] []



 

Arquivos archives